Cátedra 10 | Inauguração e Evento

13179103_827654627335125_7172348220802148857_n

CÁTEDRA 10/ Revista CÁTEDRA DIGITAL

LANÇAMENTO DA REVISTA CÁTEDRA DIGITAL e dos EVENTOS do CÁTEDRA DEZ

Dia 28/04/2016 – 17h – Anfiteatro Junito Brandão – Gávea, PUC-Rio

Érico Braga Barbosa Lima
“Nossa vida é feita de histórias contadas – para os outros, pelos outros e para nós mesmos. A Cátedra não é diferente. Ela é composta e compositora de diversas narrativas, de diversas vidas que por aqui passaram, que a cultivaram  e pela qual e através da qual se entreteceram.
Neste evento de hoje, “começamos” a comemorar dez anos dessas histórias. Histórias que convergem e se entrelaçam nesse novelo, nessa novidade – novel – nesse romance,  realista e romântico, de formar leitores, de congregar leitores  e de transformar pessoas.
Contadora de história Maria Clara Cavalcanti
Contadora de história Maria Clara Cavalcanti
E, para inaugurar as celebrações, nada como celebrar uma inauguração. Estreamos hoje a Revista Cátedra Digital, de periodicidade quadrimestral – trazendo temas caros à leitura e a formação humana.
Como toda boa história, a da Cátedra tem não só personagens e acontecimentos, ideias/ideais e anagramas conceituais, mas uma esperta estrutura narrativa. Como exemplo concreto – faremos agora um flash forward. Uma antecipação do futuro.
Futuro que se presentifica nas palavras do Prof. Sergio Bruni – Vice-reitor de desenvolvimento – representando o magnífico Reitor Padre Josafá – para nos brindar com as perspectivas, antecipações, o concreto e o projetual, o desenvolvimento e crescimento de nossas esperanças e instituições intelectuais, humanas afetivas e leitoras.
Professor Sérgio Bruni - Vice Reitor de Desenvolvimento
Professor Sérgio Bruni - Vice Reitor de Desenvolvimento
A Leitura é entendida como capacidade de construção de sentido, a partir de experiência, contexto, repertório e subjetividade; compreendida como desenvolvimento de ferramental, conceitual e cultura crítica para o estudo do próprio fenômeno; percebida como prática indissociável de todo e cada ato de percepção e reação sensível; assumida como atuação, arbítrio e responsabilidade. Nas palavras do escritor sergipano Tobias Barretto de Menezes, a leitura é vida:
“A vida é uma leitura! Ler é lutar! Leitura é libertação. Mas ser livre não é nada; tornar-se livre é tudo, não só em relação à sociedade, mas ao seu mundo íntimo. Liberdade é o preço da vitória, que adquirimos sobre nós mesmos”.
História de leituras são história de leitores, de liberdades compartilhadas. E quem melhor para narrar os princípios, o princípio e o em princípio desses compartilhamentos do que nosso patrono, professor e poeta, Affonso Romano de Sant’annas.
Affonso Romano de Sant’Anna - Poeta e patrono
Affonso Romano de Sant’Anna - Poeta e patrono
Acolhemos o poeta com uma poesia muito pessoal e pessoana:
Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.
Estes versos são dedicados para encarnação inextricável da inteligência, leitura e emoção Eliana Yunes
Professora Eliana Yunes
Professora Eliana Yunes
À inauguração de uma Revista encontram-se normalmente associados uma instituição, um momento e uma ideia. Podemos dizer que a Revista Cátedra Digital é, respectivamente, uma publicação periódica da Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, que cumpre, em 2016, dez anos de atividade ininterrupta, articulada e inconsútil, que privilegia a leitura como instância ativa de formação, reflexão, pesquisa e inclusão.
Sendo uma instituição de estudo e realização lotada no Instituto Interdisciplinar de Leitura PUC-Rio – iiLer –, dentro de uma Instituição de Ensino Superior – a PUC-Rio –, respaldada pela chancela UNESCO,  a Cátedra carreia, portanto, os encargos crítico-científicos, seletivos e de responsabilidade social que esteiam essa múltipla filiação
Erico Braga Barbosa Lima - Coordenador da Cátedra UNESCO de Leitura - PUC-Rio
Erico Braga Barbosa Lima - Coordenador da Cátedra UNESCO de Leitura - PUC-Rio
O momento que anima e consigna este lançamento é a celebração de dez anos de outra inauguração – a da própria Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, que, em agosto de 2006, abria-se de forma generosa, receptiva e com não solene humildade para as mais diversas ações.
A ideia que nos excita e define nossa geografia intelectual é a Leitura, tomada no eclético, complexo e diversificado amálgama semântico que esse campo de estudos e realizações engloba e cria.
À inauguração de uma Revista encontram-se normalmente associados uma instituição, um momento e uma ideia. Podemos dizer que a Revista Cátedra Digital é, respectivamente, uma publicação periódica da Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, que cumpre, em 2016, dez anos de atividade ininterrupta, articulada e inconsútil, que privilegia a leitura como instância ativa de formação, reflexão, pesquisa e inclusão.
Sendo uma instituição de estudo e realização lotada no Instituto Interdisciplinar de Leitura PUC-Rio – iiLer –, dentro de uma Instituição de Ensino Superior – a PUC-Rio –, respaldada pela chancela UNESCO,  a Cátedra carreia, portanto, os encargos crítico-científicos, seletivos e de responsabilidade social que esteiam essa múltipla filiação
O momento que anima e consigna este lançamento é a celebração de dez anos de outra inauguração – a da própria Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, que, em agosto de 2006, abria-se de forma generosa, receptiva e com não solene humildade para as mais diversas ações.
A ideia que nos excita e define nossa geografia intelectual é a Leitura, tomada no eclético, complexo e diversificado amálgama semântico que esse campo de estudos e realizações engloba e cria.
Uma Revista – em tela ou papel – imprime um recorte e uma visão ao mesmo tempo sincrônicos e epistemológicos, como fotografias semoventes do status intelectual e espiritual.
Nossa Revista procura realçar os tópicos que importam para o desenvolvimento ou implantação de ferramentas pedagógico-sociais, analíticas e tecnológicas de inclusão social (a saber, as orientações da UNESCO para as EPTs – Educação para Todos). Com esse fim, selecionamos para as progressivas seções temáticas da Cátedra Digital os itens: Gênero, Africanidades, Educação para Jovens e Adultos/Educação à Distância, Ecologia/Sustentabilidade. Neste primeiro número abordamos a necessária e sempre delicada questão de Gênero. E chamamos nossa colaboradora e coeditora Maria Cristina Furtado:
Maria Cristina Furtado - Coeditora Nº1 Revista Cátedra Digital
Maria Cristina Furtado - Coeditora Nº1 Revista Cátedra Digital
E para a apresentação de nosso Instituto, que encampa a Cátedra UNESCO  de Leitura, o iiLer – Insituto Interdisciplinar de Leitura PUC-Rio –, chamamos nosso diretor, Alessandro Rocha:
Um país se faz com homens, leitores e livros. Parafraseando o escritor e patrono editorial Monteiro Lobato, arriscamos dizer que um país não se constrói somente com pessoas que trabalham e criam e produzem; não se compões somente com o registro do engenho intelectual e artístico desse trabalho, com as provas textuais, testemunhais e memorialísticas de toda atuação produtiva. Não se engendra esse mix cultural, cognitivo e geográfico sem aqueles que interpretam ― lato e stricto sensu ― essas textualidades, em alteridade, presença e contextualização. Um país que faz é um país que lê.
Alessandro Rocha - Diretor do iiLer
Alessandro Rocha - Diretor do iiLer
E nossa contribuição efetiva, leitor, é a sua leitura.
Um brinde a todos – um brinde para todos.

Ativo 2

©2016 Cátedra Unesco PUC-RIO de Leitura - Todos os direitos reservados

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?